terça-feira, 29 de março de 2016

Homem é assassinado a facadas no beco do Mercado Público

SURUBIM: Um homem foi assassinado, no final da tarde desta segunda-feira (28), na Rua Rosa Amélia de Miranda, local conhecido como o "beco" do Mercado Público, no centro de Surubim.
Antônio Carlos Lima da Silva, de 46 anos, foi morto a golpes de faca peixeira. No momento do crime, policiais militares que faziam patrulha no local, e ainda chegaram a ver o acusado dando a última facada na vítima e tentar sair correndo ao avistar a equipe da Rocam. 
O assassino, Cosmo Chagas da Silva (FOTO AO LADO), informou aos militares que matou por vingança, porque a vítima o teria agredido hoje pela manhã. 
O acusado estava em liberdade condicional por porte ilegal de arma e estelionato. Ele foi autuado em flagrante e recolhido ao presídio de Limoeiro e o corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Caruaru. (FONTE: Blog Albérico Cassiano)


segunda-feira, 28 de março de 2016

Homem tenta espancar mulher com um porrete e é morto com uma facada no peito desferida pelo filho da vítima

CAMOCIM DE SÃO FÉLIX: A madrugada deste domingo de páscoa foi muito movimentada em Camocim de São Félix, que registrou a morte de Gilson Antonio da Silva, de 31 anos, que morava na Rua Pedro Herculano e o assassino José Anderson dos Santos, de 20 anos, que era vizinho da vítima e foi preso em flagrante pela Polícia Militar. 
Segundo testemunhas a vítima viva maritalmente com a mãe do acusado e todos estavam bebendo e o José Anderson teria presenciado o padrasto tentando agredir a sua mãe com um porrete e não pensou duas vezes se armou com uma faca peixeira e desferiu um violento golpe no peito do padrasto, com a faca quebrando dentro da vítima, que ainda chegou a ser socorrido por um amigo que o colocou numa picape para socorrê-lo, mas morreu a caminho do hospital local.
 
O acusado que jura legítima defesa, foi preso em flagrante pelos soldados Menezes e L. Filho, justificou que matou para não morrer e foi levado ao plantão de Bezerros, onde foi autuado em flagrante pelo homicídio em seguida foi recolhido à Cadeia Pública de Camocim de São Félix. (FONTE: Blog do Joedson Silva)

SAUDADE DE UM PAÍS DE OUTRORA

*Dr. Paulo Lima

Acabei de retornar ao meu País e ainda estou meio zonzo. A viagem iniciada à semana atrasada teve alguns percalços e contratempos, que, sinceramente, não esperava, a começar por um raio que caiu no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, acompanhado de uma tempestade daquelas, prejudicando pousos e decolagens dos aviões, o que nos obrigou a pernoitar em Belo Horizonte e a seguir viagem somente no dia seguinte, após o pagamento de multas à companhia aérea, em razão da perda involuntária do voo do dia anterior. Bogotá, na Colômbia, é uma cidade agradável e belíssima, com ruas limpas e arborizadas, acompanhadas de um belo casario colonial, típico da época da dominação espanhola nos países entrecortados pela Cordilheira dos Andes. Estou cansado, mas isto não importa. Em verdade, somente queria sentar diante do meu computador para rabiscar algumas linhas quando estivesse totalmente restabelecido da viagem, mas, os fatos que tomei conhecimento tão logo pisei o solo do meu País me obrigam a soltar este desabafo. O que está havendo com o meu País?
O Brasil, como se sabe, tornou-se conhecido mundialmente como o País da cordialidade e ganhou este título, merecidamente, por conta do seu povo. Um povo alegre, cheio de esperança e otimismo, cujos nativos não hesitavam em dar um abraço e acolher com um sorriso nos lábios, todos, indistintamente, inclusive o forasteiro que por aqui chegasse, sem contar, que, se fosse um irmão que estivesse retornando à sua terra natal, o resultado seria festa na certa! Atualmente não é mais assim... O que está havendo com o meu País, volto a perguntar?
Durante estes poucos dias que passei em Cuba, após a saída de Bogotá, quase não tive notícias do Brasil, já que, naquelas terras os meios de comunicação são deficitários e a internet ainda é de difícil acesso, pela maioria das pessoas, por incrível que isto possa parecer! Somente li duas ou três notinhas postas num canto de página do "Granma", o jornal oficial, com certa dificuldade de compreensão, já que não domino a língua espanhola e, infelizmente, as mesmas não eram boas notícias, o que somente veio a ser confirmado com a minha chegada à nossa terra natal. No entanto, enquanto lá estava o que me deixava mais triste, nestes dias, é que, sempre que alguém me perguntava o que estava ocorrendo no meu País, tinha vergonha de falar, pois certamente não iriam entender a minha explicação. E não seria por conta da dificuldade de compreender o meu "portunhol mal ajambrado"...
É certo, que, ao iniciar a minha viagem as coisas já não andavam boas por aqui, pois a imprensa, acompanhada de um punhado de políticos "cabras safados", havia algum tempo já se encarregara de disseminar o seu ódio e o seu preconceito contra a Presidente DILMA ROUSSEF e, nos últimos dias voltara toda a sua fúria contra Lula da Silva, o homem que mudou a cara do Brasil. E por mais que me pergunte qual foi o crime que eles cometeram, ou do que estão sendo acusados, ninguém me responde; nem mesmo os meus botões. Mas, parafraseando o Juiz Sérgio Moro, o novo herói nacional, "isto não vem ao caso"... E por falar em heróis, está surgindo o Bolsonaro e, certamente dirá algum de vocês, que compartilham dos meus pensamentos: desgraça pouca é bobagem.
Sim, pois o que menos importa neste momento, onde o ódio e o preconceito em todas as suas formas substituiu o sorriso no rosto do povo nas ruas, é o respeito à democracia, ao estado de direito e ao devido processo legal, conquistas oriundas da recente redemocratização e que, infelizmente, estão correndo o sério risco de serem postas na lata de lixo! Talvez, ao final desta triste estória Lula tenha que ser preso e Dilma tenha que ser posta para fora, pois, quem sabe, somente deste modo à ira insana dos fariseus e hipócritas de ocasião não seja aplacada?  Só o tempo dirá. No entanto, creio, nem mesmo assim o sorriso voltará à face do povo brasileiro, o que é uma pena... E, finalizo estas mal traçadas linhas perguntando aos meus botões: o que está havendo com o meu País? E eles, com a sua sabedoria de sempre, permanecem calados...

*DR. PAULO ROBERTO DE LIMA é graduado em Filosofia pela Universidade Católica, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Recife, ex-Procurador Federal, e atualmente exerce a advocacia.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Jovem é assassinado em praça pública

VERTENTES: A noite deste domingo, a cidade de Vertentes registou mais um homicídio, o primeiro do mês de março. Passava pouco mais das oito horas quando uma pessoa não identificada se aproximou da vítima, o jovem Almir Clemente da Silva, conhecido por "Bolão", que bebia com amigos em um dos quiosques e disparou por diversas vezes contra a vítima, vindo o mesmo a óbito no local, na Praça Agamenon Magalhães, nas proximidades do Pelotão da Polícia Militar e do Fórum, no centro da cidade.
Ainda segundo informações colhidas no local, a vítima estava em uma mesa bebendo, acompanhado de três mulheres, quando foi surpreendido pelo algoz que se aproximou e disparou contra o mesmo, que nem sequer teve tempo para defender-se, vindo a ser atingido na cabeça com vários disparos. Durante os tiros houve uma grande movimentação de pessoas e um verdadeiro corre-corre nas ruas, pois no momento em que ocorreu o crime, as ruas ao redor do local estavam bastante movimentadas.
As polícias militares de Vertentes e de Frei Miguelinho foram até o local onde fizeram o isolamento da área e acionaram a Policia Civil que fez o levantamento cadavérico, instaurou inquérito para desvendar mais esse crime e fez o encaminhamento do corpo para o IML na cidade de Caruaru. (FONTE: Jornal Vertentes Notícias por Deivson Douglas / Clevson Lennon)


domingo, 20 de março de 2016

Procissão encerra festa de São José em Pão de Açúcar

TAQUARITINGA DO NORTE: Dezenas de pessoas participaram da procissão em honra à São José, padroeiro de Pão de Açúcar, na tarde deste sábado (19). 
Fiéis acompanharam e levaram a imagem do santo, entoando cânticos e júbilos durante todos o trajeto, sendo seguida pela a centenária banda musical Dom Luiz de Brito. 
 

Após a romaria, aconteceu a tradicional missa campal, que reuniu fiéis em frente à Igreja Matriz, celebrada pelo Pe. Bianchi, pároco de Bezerros. Em 2016, a festividade teve como tema “São José, ajudai-nos a viver à misericórdia de Jesus”, que fizeram os católicos refletirem sobre a importância da misericórdia de Cristo no dia a dia do fiel. O padre Bianchi, disse que louvar a São José e realizar a procissão é um ato de ‘muita alegria’. “Somos um povo que caminha em alegria, alegria em cristo, em Maria e em São José”.
 
Acompanhar São José muitas vezes é uma tradição familiar, como é o caso do devoto Severino dos Santos, de 45 anos. A mãe dele era muito devota ao santo padroeiro do distrito e incentivou a fé no filho, que hoje leva a família para participar da procissão. “São José representa muitas coisas na minha família. Minha mãe sempre foi uma devota e, por intercessão dele, muitas coisas boas aconteceram na nossa vida. Isso eu aprendi e repasso para os meus filhos”, disse Santos.
O vice-prefeito Lero esteve prestigiando todo o cortejo, ao lado do deputado federal Ricardo Teobaldo, dos vereadores Luquinha e Geovane, do ex-secretário de Agricultura Julio Cezar e demais lideranças do grupo.
A festa todo ano se intensifica e dia após dia de novena, faz existir um significado especial, é com essa finalidade que tem se mantido a fé e a perseverança dos fiéis, isso motiva as pessoas no compromisso da missão, como fez São José”, destacou o vice-prefeito Lero, durante o cortejo. 
Encerrando oficialmente as atividade religiosas do padroeiro São José, o Padre Luiz Eduardo, mais novo administrador local, fez seus agradecimentos finais, logo após houve um show pirotécnico clareando os céus do nosso querido distrito. (FONTE: Blog Pão de Açúcar News)

TRAGÉDIA: Três adolescentes morrem afogados em açude

GLÓRIA DE GOITÁ: Um sítio localizado nas margens da rodovia PE-050, no município de Glória de Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, foi palco de uma tragédia ocorrida neste domingo (20). 
Por volta das 9 horas, três adolescentes morreram afogados após tentarem atravessar um açude situado dentro da Fazenda Dois Irmãos. As vítimas foram Guilherme Vitor de Souza Lima, de 17 anos; Maria José Brito da Silva, de 17 anos e Mariana da Conceição Rodrigues, de 14 anos. De acordo com o capitão André Pereira da Silva, do Corpo de Bombeiros, sete adolescentes estavam fazendo um trabalho de escola na fazenda e decidiram entrar no açude, utilizando uma balsa que estava amarrada às margens da água.

 No meio do açude, a embarcação virou, e cinco adolescentes que sabiam nadar conseguiram retornar à terra. Ao perceber que Mariana e Maria José estavam se afogando, pois não sabiam nadar, Guilherme voltou para a água e, na tentativa de salvá-las, acabou se afogando também.
Os outros quatro adolescentes passam bem e não precisaram ser socorridos. Tia de Maria José, uma das vítimas, a agricultora Rafaela Xavier de Brito, declarou que os adolescentes não informaram que tinham a intenção de entrar no açude.
"Eles vieram juntos e estão acostumados a fazer trabalho da escola nessa casa, mas ninguém sabia que iriam tomar banho no açude. Eles disseram que vinham apenas fazer o trabalho", contou. "Maria era uma menina boa, tranquila, tinha amizade com todo mundo", complementou.
 
O Corpo de Bombeiros enviou quatro equipes para o local: uma de Caruaru, duas do Recife e uma de Vitória de Santo Antão, sendo estas últimas compostas de mergulhadores que realizam a retirada dos corpos do açude. A Polícia Militar e a Polícia Civil também enviaram viaturas para o local. As investigações do caso serão realizadas pela Delegacia de Glória do Goitá. (FONTE: G1 / Fotos: Bruno Grubertt/TV Globo)

Lero solicita ao Ministro Armando Monteiro apoio para que o Banco do Brasil retome atividades em Taquaritinga

SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE: O Vice Prefeito de Taquaritinga do Norte, Ivanildo Mestre (Lero) esteve na manhã deste sábado (19) em Santa Cruz do Capibaribe, onde prestigiou o grande ato de filiações promovidas pelo grupo Taboquinha (Oposição) num evento que lotou a Câmara de Vereadores da Capital das Confecções e que contou com as presenças do Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Armando Monteiro (PTB), do Deputado Federal Ricardo Teobaldo (PTN), do ex-Deputado Federal José Augusto Maia, dos vereadores Fernando Aragão e Galego de Mourinha, apresentados como pré-candidatos a prefeito e vice respectivamente de Santa Cruz do Capibaribe, dos demais vereadores oposicionistas de Santa Cruz e também de lideranças das cidades de Taquaritinga do Norte, Jataúba, Brejo da Madre de Deus, Toritama, Poção e Vertente do Lério.
video
Lero esteve acompanhado dos vereadores Batata e Luquinha da Saúde, ambos Petebistas, e de outras lideranças e apresentou ao Ministro a solicitação para que o mesmo intervisse junto a Superintendência do Banco do Brasil em Brasília no sentido de reestabelecer o funcionamento da Agência de Taquaritinga do Norte, uma vez que a mesma não vem operando regularmente, obrigando a população da Dália da Serra a se deslocar para as cidades vizinhas para realizar operações financeiras.
 
Armando também esteve reunido com o grupo de Lero no distrito de Pão de Açúcar, ocasião onde esteve presente o Deputado Ricardo Teobaldo, e ambos puderam ouvir os pleitos do vice prefeito, vereadores e aliados em prol de melhorias para Taquaritinga nos segmentos de saúde, educação, segurança pública, agricultura, abastecimento de água e infraestrutura básica. “Nosso alinhamento com o Ministro Armando e com o nosso deputado Teobaldo nos permite pleitear benfeitorias para Taquaritinga do Norte e tenho plena convicção que nossos pleitos serão atendidos, pois ambos vem demostrando um grande carinho e muita atenção com o nosso município”, declarou o vice prefeito e pré-candidato a prefeito Lero. (Por Assessoria)

sábado, 19 de março de 2016

O SAPO NAMORANDO A LUA

*Por Dr. Paulo Lima

Eram jovens e viviam ambos numa pequena cidade do interior. Cursavam o ginasial e ela pretendia, mais adiante, cursar o magistério, equivalente ao antigo pedagógico, se não me falha a memória. Naqueles tempos o curso técnico que habilitava as moças para ensinar às crianças, se chamava pedagógico.
Ela não tinha grandes planos. Sendo filha de uma família tradicional, com algum dinheiro, já que o seu pai tinha uma propriedade onde criava gado bovino para o abate e para vender o leite produzido, esperava que um “doutor” viesse bater às portas de sua casa e lhe pedir em casamento aos seus pais. Afinal, como filha de fazendeiro, sentia-se no direito de não querer casar com um “pé rapado” qualquer. Ele, por sua vez, tinha sonhos, muitos sonhos, dentre os quais fazer o vestibular mais adiante e também se tornar “doutor advogado”. Naqueles tempos, quem chegasse a cursar uma faculdade, fosse qual fosse, e tivesse a sorte de chegar até o final, recebendo o famoso “canudo de papel”, não desejava, dali em diante, outro tratamento.
Não eram muitos que obtinham sucesso em tal empreitada, pois as poucas faculdades particulares eram caríssimas e, para subir as escadas de uma faculdade pública, a pessoa precisava de uma base sólida, adquirida tanto no primário (fundamental), quando no segundo grau, (hoje conhecido como o básico), o que certamente seria facilitado se a família pudesse colocar o seu filho num colégio católico, ou de formação religiosa. Poucos também eram os colégios particulares, somente encontrados nas cidades maiores ou na capital.
O ginásio onde estudavam pertencia a uma entidade filantrópica e, portanto, as famílias de posse pagavam uma módica mensalidade, que servia de auxílio para a manutenção da escola. Já os alunos que não podiam pagar os estudos precisavam recorrer a uma bolsa, estadual ou federal e daí, os seus pais corriam atrás do deputado votado pela família para conseguir a tal bolsa de estudos. Tempos difíceis aqueles.
Estudando ambos numa só turma, não demorou a nascer uma amizade entre eles, que findou descambando num namoro inocente, mas proibido, em razão da diferença econômica havida entre suas famílias. Ela sabia que os seus pais jamais aceitariam o namoro e, por consequência, embora já começasse a nutrir um sentimento pelo rapaz, tinha consciência de que aquele namoro não poderia, nunca, ultrapassar os portões da escola. Ele, por sua vez, aquela altura, já nutria por ela bem mais que um simples sentimento. Estava apaixonado! Mas, ao declarar sua paixão foi por ela advertido que não tivesse esperanças e, dali em diante, seria conveniente terminar o que nem havia começado, pondo-se um ponto final numa estória que poderia ter resultado num final feliz, ou não. Ficou ele, dali por diante, proibido inclusive de ter uma proximidade mais íntima com a moça. Passou, assim, a guardar para si mesmo o seu sentimento e ficou, dali em diante a admirar a sua beleza, de longe, tal qual o sapo namorando a lua, numa noite clara de inverno.
Os anos foram passando e a moça, que esperava o seu “doutor” para casar, findou casando com um rapaz, filho de comerciantes da cidade, sem formação superior. O rapaz, por sua vez, foi embora para a cidade grande em busca dos seus sonhos.
Anos depois voltaram a se encontrar casualmente, numa festa de rua, onde se reverenciava o padroeiro da cidade. Ele, com o seu anelão de doutor na mão direita e ela, com uma aliança na mão esquerda e um círculo de crianças à sua volta. Já não era a bela moça de outrora. Não fosse ela a chamar pelo seu nome não teria lhe reconhecido. Ele já havia montado o seu escritório de advocacia na capital e a clientela já lhe proporcionava ganhos razoáveis, a ponto de trocar de carro todos os anos. Os seus sonhos estavam quase todos realizados. Estava casado com uma médica, tinha um casal de filhos e havia voltado à cidade, apenas, para visitar os seus pais. Ela não precisava falar sobre os seus sonhos. Os filhos e a sua aparência de dona de casa falavam por ela…
Como foi ela a lhe cumprimentar e dizer que era Elisa, já que ele não a havia reconhecido, não tinha muito a dizer. As lembranças vieram à tona, mas foram logo em seguida interrompidas pelo som estridente da banda de música da cidade, que começou a tocar um dobrado em homenagem ao padroeiro, sepultando assim a possibilidade de um diálogo entre ambos, por mais curto que fosse. Mas isso também não tinha mais importância…

*DR. PAULO ROBERTO DE LIMA é graduado em Filosofia pela Universidade Católica, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Recife, ex Procurador Federal (aposentado) e advogado.

sábado, 12 de março de 2016

3 MILHÕES DE ACESSOS!


Servente de pedreiro é assassinado a tiros

RIACHO DAS ALMAS: Por volta de uma hora da tarde desta quinta-feira (10), foi assassinado com vários tiros, na Rua Nossa Senhora de Fátima, no bairro Jurema em Riacho das Almas, o servente de pedreiro Luis Carlos Augusto da Silva, de 27 anos, que morava no sítio Rendeira, na zona rural da cidade. 
Ele estava trabalhando há uma semana na construção de uma cisterna no conhecido “Bar da Mão de Vaca” que fica a poucos metros de onde foi morto com vários tiros. 
De acordo com o Comissário Ézio da Polícia Civil, o jovem tinha acabado de voltar do intervalo do almoço, quando foi no caminhão pegar a pá, a colher de pedreiro e um balde de massa, quando foi interceptado por elementos que chegaram num carro, desceram do veículo foram ao encontro da vítima e a executaram, depois passaram por cima do corpo com o veículo. 
Segundo familiares a vítima era uma pessoa de bem, nunca foi presa e não vinha recebendo ameaças de morte. Este foi o segundo assassinato do ano em Riacho das Almas e o corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Caruaru. (FONTE: Blog do Adielson Galvão)


Dois irmãos são baleados e um morre no local

SÃO CAETANO: Dois irmãos foram baleados no final da tarde desta quarta-feira (9), na Rua Nossa Senhora de Fátima, no bairro do mesmo nome em São Caetano. 
As vítimas foram Leonardo Feliciano da Silva, vulgo “Bila” de 20 anos e José Ramos Feliciano da Silva, conhecido por “Raminho”, que estavam caminhando juntos quando foram interceptados por dois elementos em uma moto que efetuaram vários disparos, matando o “Bila” no local e lesionando o irmão que foi socorrido para o hospital local. 
O pai das vítimas, Seu Damião Feliciano (FOTO ABAIXO), disse que o filho “Bila” saiu do presídio há apenas duas semanas, onde cumpria pena por tráfico e que há três anos tinha 17 anos, quando teve um desentendimento com um vizinho, o espancou e a vítima morreu no hospital, por isso foi apreendido a Funase de Caruaru, onde foi pego traficando e como já era maior de idade foi autuado em flagrante e foi encaminhado à Penitenciária Juiz Plácido de Souza.
O Capitão Carvalho, comandante da 3ª Companhia da Polícia Militar em São Caetano, subordinada ao 15º BPM de Belo Jardim, disse que existem fortes indícios que o crime foi motivado por vingança e provavelmente há ligações entre o homicídio que ele foi acusado e a sua morte. O “Raminho” permanece internado, mas está fora de perigo. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Caruaru. (FONTE: Blog do Adielson Galvão)
 


quinta-feira, 10 de março de 2016

Segurança Pública em Taquaritinga do Norte foi tema de reunião com deputado Diogo Moraes

RECIFE: O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado estadual Diogo Moraes (PSB), recebeu nesta quarta-feira (09), o vice-prefeito de Taquaritinga do Norte, Ivanildo Mestre Bezerra (Lero), e os vereadores Geovane e Luquinha da Saúde. A pauta abordada na reunião foi a insatisfação da população com a Segurança Pública no município, que, administrativamente, é composto pelo distrito-sede, Gravatá do Ibiapina e Pão de Açúcar, além dos povoados de Vila do Socorro, Jerimum, Mateus Vieira e Algodão.

O Deputado Diogo Moraes se prontificou em contribuir na solução do problema, que atinge os cerca de 25 mil habitantes do município.
“Nós temos a preocupação e o compromisso em atender às demandas de Taquaritinga do Norte, que merece incremento no efetivo da Rocam para melhor atender à população, que precisa de tranquilidade e segurança. Pedimos uma reunião com Secretário de Defesa Social, Alexandre Carvalho, para solicitar as providências necessárias”, declarou. 
A melhoria na segurança pública é uma solicitação de toda comunidade. O aumento e o melhor aparelhamento da Rocam na região são essenciais para combater a criminalidade, já que as motos acessam localidades onde as viaturas policiais não alcançam. Por isto, viemos solicitar uma reunião com o secretário de Defesa Social do Estado por meio do deputado Diogo Moraes, nosso representante a nível estadual, pois estamos muito preocupados com os índices”, afirmou o vice-prefeito. (FONTE: Blog Pão de Açúcar News)